Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Viver com sentido

Existe mais para além do que nos contam..!

Viver com sentido

Existe mais para além do que nos contam..!

Inchaço, flatulência, obstipação... O que pode causar?

   

fibras.jpg

Sempre inchada e com a sensação de enfartamento..?

  A fibra é parte constituinte dos alimentos, no entanto, fornece pouca quantidade de energia (2kcal/gr), sendo que existe fibra solúvel e insolúvel. Para além de se encontrar nos grãos/cereais integrais, está também presente na verdura/legumes/fruta, assumindo importância no funcionamento do trato intestinal, mas isso já todos sabem. Tudo bem...

 Para começar, quem está preocupado com o seu consumo de fibra diário é uma pessoa que, por si só, já se preocupa com a sua alimentação e, na sua generalidade, terá  “bons” hábitos alimentar promotores de saúde.

  Ok... nada de novo, Carolina.

 Devemos previlegiar o consumo de fruta, legumes, leguminosas e, no geral, preferir cereais integrais, beber quantidades de água adequadas, evitar alimentos processados e realizar exercício físico.

 Ponto nº1: Tais conselhos devem ser seguidos maioritariamente, quer seja para o trânsito intestinal ou não. 

  Consumir mais fruta, mais legumes, prefere-se o pão escuro a pão “branco”, evita-se a massa e troca-se o arroz por arroz integral, evita-se as bolachas de “água e sal”, preferindo snacks integrais - Tudo isto prol de “ser mais saudável”.

Ponto nº2: Nunca generalizar e/ou assumir que o que funciona com uns, deve (ou devia) funcionar connosco.

  Existe algo que se desigan "resposta individual aos alimentos", pelo que diferentes pessoas reagem de formas diferentes ao mesmo alimento. mesmo que seja um alimento "saudável/pouco processado", PODE causar desconforto e reacção gastrointestinal!

 Ponto nº3: snacks integrais”

  Muitas das pessoas acabam por preferir os “snacks integrais” provavelmente por pensarem que é uma forma de ingerir uma quantidade adequada de fibra, no entanto, estão a ingerir pouca ou nenhuma. A maior parte dos snacks integrais são balelas e não é por terem um Rótulo-Chapa-5-Integral ou serem de uma Marca-Cara-e-Conhecida que significa que são mais nutritivos ou que fará "menos mal". Parabéns, acabaram de gastar mais 2€ por algo que não faz assim tanta diferença. Para além disso, ser "integral" pode sertão ou mais processado do que o produto na versão "original/normal".

  Um exemplo disto são as tostas finas na versão normal VS integral, onde a diferença é >2g de fibra. Outro exemplo são as barras "fitness" que dizem ser integrais mas que, por porçao, tem 3g (ou menos) de fibra. 

Ponto nº4 – e GRANDE mito.

 Não é por consumirem a forma integral dos alimentos que não vão ganhar peso/celulite. Portanto, não é por comerem arroz integral ou somente batata doce que os ganhos de peso/gordura/celulite serão feitos de forma mais controlada ou minimizada. Nada disso e não está associado/comprovado cientificamente, muito menos a lenga-lenga do IG dos alimentos... Só complicações!

 Ponto nº65

 O maior consumo de alimentos ricos em fibra está associado a um melhor funcionamento intestinal, o que associamos a uma “barriga lisa” e sem inchaço.. Seria um pensamento correcto! Mas, por vezes, o consumo de fibra é EXCESSIVO para o vosso organismo, o que cria o efeito oposto.  

 

  No meu caso, a fibra foi um dos pontos PRINCIPAIS para sentir-me melhor! E acreditem... foi exactamente fazer o contrário que se diz que é Ser Saudável.

 Eu era uma rapariga com um funcionamento intestinal “não muito bom” e que acreditava que um elevado consumo de fibra me iria ajudar no trânsito intestinal. Já comia muita fruta com casca, muitos legumes e verdes, já bebia muita água e faço exercício.. O que raio está mal? Porque me sentia tão inchada, com tanta cólica.. Mais linhaça? Mais legumes?? Ja usava farinhas integrais e farelos... QUE VOU FAZEEEER?? 

  Até que pesquisei e, principalmente, fui experimentando. Inicialmente foi difícil, porque estava a fazer algo que ia “contra” ao que se diz ser saudável - Diminuir a quantidade volumosa de legumes, deixar de parte as farinhas e alimentos estranhos super integrais ou low carb – O que aprendi?

Que ser saudável não é exclusivamente uma alimentação ultra rica em alimentos integrais ou com imensos legumes. Sinto-me muito menos inchada ou com cólicas e com melhor funcionamento gastrointestinal.

Simples, muito simples, e não requer eliminar os bons hábitos alimentares que, em nada, se relacionam com o teor de “integralidade” alimentar.

 É BASTANTE COMUM o inchaço abdominal, as cólicas e a flatulência deverem-se à quantidade excessiva de fibra. Sim, excessiva... Do arroz/massa integral, das aveias, farelos e centeios integrais, das quantidades abismais de bróculos e couve-flores que ingerem em prol de não ingerirem outro tipo de hidratos (porque engordam...?). Mas o inchaço continua portanto, toca a aumentar a ingestão de fibra! E é um ciclo..

ALGUÉM SE REVIU?

 Cuidado. Muitas vezes o problema está aí mesmo. A ingestão de fibra em grandes quantidades TEM IMPACTOS GASTROINTESTINAIS e causam desiquilíbrios, podendo alterar a vossa flora intestinal, que é natural e SAUDÁVEL!

  E depois há maior dificuldade na digestão dos alimentos e aí estão as cólicas e inchaços.. E gases (sei que não é bonito falar nisto mas é real).