Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viver com sentido

Existe mais para além do que nos contam..!

Viver com sentido

Existe mais para além do que nos contam..!

Ser quem sou

7518824288_IMG_0619.jpg

   És enfermeira? Estás a trabalhar onde?  - Esta é a "pergunta para queijinho" e das que mais me causa sofrimento.

 Sou Enfermeira e trabalho em todo o lado e em lado nenhum. Sou Enfermeira desde criança e não sei SER outra coisa. Existem muitas profissões mas enfermagem não se "faz", É-se Enfermagem - e não é um cliché.

 

  Sou Enfermeira sem ter bata branca ou algo que me identifique como Srª Enfª. Sou a Carol e é assim que sempre será.

  Sou Enfermeira sem ter turnos e as horas no meu relógio pouco importam. 

  Sou Enfermeira sem dar uma única injecção ou fazer alguma técnica. Sou Enfermeira pelas minhas palavras e acções, dando a mão sem ter que a dar. Dou o meu coração e é assim que sempre será.

  Sou Enfermeira sem estar em hospital, porque enfermagem é mais do que doença. Sou Enfermeira através das redes sociais e digitais, por mensagens ou no supermercado.

 

  Então, porque é que a pergunta "estás a trabalhar onde?" me causa tanto transtorno? 

 

  Porque, para mim, é como se me quisessem reduzir a um local, a um hospital ou a uma farda, o que é injusto para qualquer enfermeiro.

   "Não estou a trabalhar" - por opção, porque sou a Carol, sou filha, sou estudante, sou a "ursa" do meu "urso", sou produtora da melhor Manteiga do Mundo e porque tenho muitas ideias e projectos que quero realizar (ou pelo menos arriscar).

    "Não estou a trabalhar" mas estou sempre a trabalhar, simplesmente trabalho na minha enfermagem. Foi uma pergunta com a qual tive de aprender a lidar e aprender a defender a minha posição enquando a Enfermeira que sou.

   A promoção de saúde é parte integrante da minha profissão e do meu código deontológico, simplesmente (e infelizmente) ainda é algo pouco palpável e visível porque os ganhos em saúde devem ser pensados a longo prazo.

 

   "Mas não pensas voltar para hospital?" - Para já, não e não tenho que me sentir julgada ou "menos" profissional por isso. Simplesmente, estou na idade de ir atrás dos meus sonhos, de ser feliz e de fazer a enfermagem à minha maneira.

   "Que doidice..."- Que seja! Mas que ao menos saiba que tentei mudar um pouquinho este mundo onde somos todos uma imagem e que essa imagem vale mais do que devia. 

OBRIGADA por contribuirem para que eu faça a minha Enfermagem

 

6 comentários

Comentar post